Espiritos do Luar é baseado nas histórias e lendas das tribos Cherokee, Wappo e Karok. Os nomes são inventados e a história em si é ficcionada.
Sábado, 18 de Setembro de 2010

Midnight Howl - Capitulo 4

Acordei cedo e ainda estava no ar aquele aroma a madrugada. Lá fora, pouco se ouvia a não ser os pássaros que também começavam a despertar. Eu levantei-me e fui comer o pequeno almoço, estava cheio de fome. Infelizmente não havia mais nada a não ser cereais, portanto tive de me contentar com 3 tigelas de leite com cereais. Estava ansioso, o grande dia tinha chegado mas ao mesmo tempo estava nervoso. Afinal de contas nunca tinha saído de La Push. As únicas cidades que tinha visitado foi através da televisão, vendo os filmes e no cinema mas nunca é a mesma coisa. O que é que podia estar a espera?! Não sabia mas mal podia esperar para descobrir.

Após ter reconfortado o estômago, fui para o meu quarto acabar de fazer as malas e no final verifiquei tudo, tendo a certeza que não me faltava nada. Quando dei por mim, já eram 10h e decidi ir até casa do Sam mas quando saí porta fora já eles estavam àminha espera no alpendre.

- Hey, ia agora mesmo ter com vocês. - disse, sorrindo.

- Nós decidimos vir ter contigo. Já não aguentávamos esperar por ti. - brincou o Paul.

- Ok. Bem, que vamos fazer? Já sabem que odeio despedidas... - informei.

- Vamos para minha casa. A Emily tem um banquete planeado para o nosso almoço. - disse o Sam e fomos todos para casa dele.

 

Ainda não tinha saído do carro já me cheirava a comida. A Emily esmerou-se hoje, cheirava tão bem! Entramos e ela saiu da cozinha e veio dar-me um abraço. Emily sempre tinha sido muito querida comigo e ia custar-me não a ver durant uns tempos. Aliás ia-me custar não ver nenhum deles durante muito tempo mas não podia ficar em La Push. Precisava de mudar de ambiente, descobrir coisas novas e quem sabe, encontrar a rapariga destinada a ser marcada por mim... Bah, já estou a imaginar muito, se tivesse que marcar alguém seria alguém mais próximo de casa, não a milhares de quilómetros de distância! Tinha cada ideia...

Instalamo-nos todos na pequena sala de televisão, onde num sofá para quatro pessoas só cabiam dois de nós, três se nos apertássemos. Eu optei por ficar no lugar d costume, um puff gigante. Normalmente ninguém gostava de ficar no puff mas eu adorava. Era confortável.

Estivemos o resto da manhã na conversa e a ver TV, e depois do maravilhoso almoço que a Emily fez, fomos lá para fora dar uma última patrulha em conjunto.

Foi a altura do dia que mais me custou, porque em forma de lobo, posso sentir tudo o que eles sentiam e ouvir tudo o que pensavam e pude ouvir e sentir a tristeza deles por me ir embora. Começava a sentir-me culpado por os deixar assim. Era, no fundo, um acto bastante egoísta mas precisava mesmo de descobrir quem sou. Quer dizer, eu sei quem sou mas não sei ao mesmo tempo. É estupido eu sei mas se calhar conseguem perceber o que quer dizer. Ás três e meia voltamos para casa do Sam e chegou a altura de me despedir. Ainda tinha de voltar a casa buscar as malas e ainda tinha de ir para o aeroporto, etc etc.

Era a parte do dia que mais receava porque já sabia que alguém ia chorar! E como previsto, o Embry foi o que deu inicio à choradeira toda. God... Também não é caso para tanto! Passado pouco tempo já estava a Leah e o Seth também lavados em lágrimas. Antes que começasse eu, vim-me embora para casa.

 

*

 

Já estava no aeroporto de Port Angeles, esperando ansiosamente pelo voo para Seattle. Visto que agora estava fora da minha zona de conforto, tive de vestir umas calças de ganga, as minhas sapatilhas para as saídas (que pareciam novas de não as usar à tanto tempo) e uma t-shirt preta com uns desenhos no peito. Estava a morrer de calor mas lá teria de suportar. Agora que ia para uma cidade onde vampiros e lobisomens fazem parte dos filmes de ficção e só existem nos pesadelos, teria de me habituar a andar completamente vestido e aguentar os meus 42º de temperatura corporal.

Estava sentado num banco, a ouvir música do meu MP3, esperando que chegasse a hora do meu voo. Os minutos demoravam a passar, mais pareciam horas, o que me fez olhar constantemente para o relógio. Já estava quase a trepar pelas paredes quando chamaram os passageiros do voo 23 para Seattle. «Finalmente, tava a ver que nunca mais!» - pensei para os meus botões.

Entrei no avião e instalei-me confortavelmente no meu assento, pronto para a viagem de hora e meia até o aeroporto de Seattle, onde apanharia outro voo para Nova Iorque.

O avião lá descolou (altura em que entrei seriamente em pânico) e a minha aventura começou. Acabei por adormecer, acordando quando estávamos a chegar a Seattle. Mal enfiei o pé em terra firme suspirei. Odiava andar de avião, ou melhor, odiava descolar e aterrar. A viagem em si não era problemática para mim mas stressava muito com a descolagem e aterragem. Enfim, pancas!

Dirigi-me a um balcão para comprar o meu bilhete para Nova Iorque e informaram-me que o próximo voo só daí a três horas é que descolava. Isso significava que tinha duas horas e meia para matar. Já era perto da hora de jantar e já sabia que as doses do avião iam satisfazer-me uma unha de um pé portanto decidi ir à restauração do aeroporto.

Como seria de esperar,todas as pessoas ficaram a olhar para mim, vendo a quantidade de comida que tinha em cima da mesa. Não me importei, o que queria era comer. Comi com bastante calma, afinal não havia pressa, e quando terminei esperei ansiosamente pelo voo para NY. Por volta das 8h a noite chamaram para o voo de NY e saltei todo contente do meu banco e lá fui para a porta.

Quando cheguei à porta número 39, sorri. Estava na hora de começar a minha aventura. Próxima paragem: Nova Iorque!!

publicado por Suky ♥ às 19:43
link do post | Light Me | favorito
3 Moonlights:
De Andrusca ღ a 1 de Novembro de 2010 às 22:36
Gostei muito ^^
Tenho uma dúvida: não vais seguir a "regra" e pôr o Jacob com a Renesmee?


De Suky ♥ a 1 de Novembro de 2010 às 22:46
Não. Precisamente por essa ser a coisa normal, decidi fazer diferente. A Renesmee existe mas simplesmente o Jacob nao a marcou :)


De Andrusca ღ a 1 de Novembro de 2010 às 23:15
Hum... eu gosto disso, as coisas não podem ser sempre iguais :)


Comentar post

Copyrights including the content and design of this blog

.About Me

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Espiritos do Luar - Cap 6

. Espiritos do Luar - Cap 5

. Espiritos do Luar - Cap 4

.arquivos

.links

.Nuvens

estetica em
contador free