Espiritos do Luar é baseado nas histórias e lendas das tribos Cherokee, Wappo e Karok. Os nomes são inventados e a história em si é ficcionada.
Quarta-feira, 10 de Novembro de 2010

Midnight Howl - Cap 28

Jacob

 

Navid virou costas e embrenhou-se de novo no meio da floresta. Ainda estava confuso com tudo o que se tinha passado e no caminho de volta para casa dos Cullen fui todo o tempo a pensar. De certeza que o Edward já estava com uma dor de cabeça com as perguntas todas que eu fazia a amim mesmo mas também ninguém o mandava andar a coscuvilhar.

Chegámos ao jardim das traseiras e os outros já tinham chegado, estavam todos numa socializar. Assim que Neela me viu, levantou-se e veio ter comigo. Abraçou-me e eu retribui.

- Jake estás bem? Estou super preocupada... - perguntou, olhando para mim.

- Sim estou bem. Só um pouco confuso... - respondi e ambos nos fomos sentar nas escadas do alpendre.

- Que se passou? - perguntou Emmett ao lado de Rosalie.

- Um vampiro da guarda dos Volturi decidiu fazer-nos uma visita. - disse Edward e de repente ficou tudo muito sério. Eles não sabiam?!

- O quê? - perguntou Carlisle.

- Sim, chama-se Navid e veio avisar-nos dos planos de Caius. - disse Alice.

- Foi ele que matou o...Billy? - perguntou Jasper, olhando para mim com cuidado.

- Sim e veio explicar tudo. - confirmou Edward.

 

Durante a hora seguinte, Edward e Alice estiveram a explicar ao resto da família o que Navid nos tinha dito e tentar arranjar um plano de segurança no caso de Caius descobrir o que Navid tinha feito, o que faria com que nos atacasse num piscar de olhos. Todo o tempo Neela estava super atenta. Odiava que ela estivesse no meio daquela confusão toda... E para piorar a Cameron também tinha decidido vir para La Push, uf. Ia ser bonito... Já não bastava ter de me preocupar com os meus irmãos, amigos e namorada e agora tinha de me preocupar com a minha melhor amiga também.

Bem, podia ser que com ela cá, Neela se mantivesse afastada de toda a confusão, se mantivesse em segurança. Esperava que sim. Eu e Neela regressámos a casa para comer alguma coisa, e depois fomos a Port Angeles buscar a Cameron, que chegava nessa tarde. Fomos para a entrada da porta de embarque e esperamos que Cam saísse. Após uns dez minutos o avião chegou e Cameron surgiu pelo meio da multidão. Claro que a vi logo, com aquele cabelo multicolour não era difícil de a localizar. Mal ela me viu veio a correr e demos um enorme abraço.

- Peludo que saudades!!

- E eu tuas! - pousei-a no chão. - Pintaste o cabelo outra vez. - constatei. Desta vez estava vermelho bordeou.

- Sim, precisava de mudar de ares, o laranja já me andava a irritar. - disse sorrindo.

- Ok, ok. - ri-me e depois reparei que Hank estava a chegar com algumas malas. - Oh god, trouxeste o Hank?

- Claro que sim, porque não haveria de o trazer?

- Hum sei lá, um monte de vampiros a tentar matar-nos... Vampiros que bebem sangue humano!

- Jake, relaxa, vamos ficar bem. - disse descontraída.

- Fine...

 

Cumprimentei o Hank e fomos todos para Forks. Como a minha casa não tinha espaço suficiente para todos, pedi ao Charlie se os podia acolher durante uns tempos. Como a Bella já não morava lá, Cam e Hank ficaram no antigo quarto dela, sem qualquer tipo de problemas. Cam já conhecia Charlie há muito tempo e como ele já morava sozinho á uns anos, não se importou muito por ter companhia.

Depois de se instalarem, fomos para La Push ter com o resto da alcateia. Fomos todos para casa da Emily, e ficámos lá o resto da tarde. Contei a Sam tudo o que se tinha passado naquela manhã  e o que Navid nos tinha dito.

- Então, estamos á espera de outra guerra com esses sanguessugas? - disse Paul.

- Sim, é o que parece. - respondi.

- Que venham! Aguentamos com eles uma vez, aguentamos outra. - disse Quil.

- Sim mas esta situação é diferente. Antes eles queriam a Renesmee, agora querem-nos a nós! - afirmou Jared.

- Pois, mas temos os Cullen do nosso lado e de certo que haveremos de encontrar algum tipo de reforços... - disse Leah.

- Esperemos que sim. - disse eu.

 

Sinceramente as minhas esperanças estavam num ponto bastante baixo...

 

 

Navid

 

Tinha chegado a Itália finalmente e já estava a escurecer. Timing perfeito, assim não tinha de me tapar todo até chegar a casa. Entrei de mansinho mas não ia passar despercebido, sabia bem... Quando percorri o grande corredor que terminava no hall das reuniões Heidi encontrou-me. Puxou-me para uma sala á parte e fechou a parte.

- Que estás a fazer? - perguntei-lhe.

- Que raio pensas que estou a fazer? Estiveste fora quatro dias, já toda a gente suspeita da tua ausência! - disse-me.

- Bolas... Mas desconfiam que fui a Forks?

- Não, suspeitam que fugiste. Vais levar um sermão do Aro gigante. Faças o que fizeres, não digas a verdade, senão bem que podes dizer adeus á tua cabeça.

 

Saiu da pequena sala e fechou a porta atrás dela. Eu ainda fiquei lá dentro uns minutos para pensar bem no que diria quando Aro me interrogasse. Assim que me senti preparado saí e fui para o salão. Quando entrei, estava lá Aro, Marcus e Caius nos seus cadeirões a falar com Jane, Alec e Felix. Quando entrei olharam todos para mim e eu inocentemente fingi-me normal.

- Olá. - cumprimentei.

- Onde raio andaste? - perguntou Jane, furiosa.

- A caçar...como vos tinha dito. - respondi naturalmente.

- Durante quatro dias? - falou Caius. Estremeci ligeiramente, se ele soubesse onde tinha ido...

- Sim, precisava de arejar. Precisaram de mim foi?

- Não mas estávamos a ficar...bem preocupados. - disse Aro levantando-se.

- Peço desculpa, não julguei que fosse muito grave ficar fora quatro dias... - disse. Houve algum silêncio na sala mas depois Aro sorriu e eu respirei de alivio.

- Não tem problema. Mas para a próxima avisa-nos com alguma antecedência a quantidade de dias que vais estar fora. - informou-me e depois fez sinal para dispersarmos e eu, Jane, Alec e Felix abandonámos a sala.

 

Fui para o meu quarto arrumar as coisas e deixei-me lá ficar. Tinha resultado, ninguém tinha desconfiado da minha saída, nem mesmo Caius. Estava a salvo. Sorri vitoriosamente. Passado uns minutos alguém bateu á minha porta  e eu fui abrir. Jane entrou assim que abri a porta, sem sequer ser convidada.

- Ahm...entra. - disse eu já depois de ela estar dentro do meu quarto.

- Sei onde foste Navid. - disse e eu fiquei estático perto da porta.

- Não sei do que falas, fui caçar. - disse.

- Não tentes brincar comigo Navid que sais mal do jogo. -disse-me com o seu olhar super ameaçador. Nunca tinha experimentado o poder de Jane mas já tinha visto os seus efeitos noutros vampiros e não me apetecia nada experimentar agora.

- O que queres Jane? - perguntei. Se ela sabia, porque não me tinha denunciado?

- Eu? Quero que confesses ao Caius o que fizeste. - disse.

- Deves estar doida, isso seria a minha morte.

- Bem se não o queres fazer, talvez tenha de te obrigar. - cedi.

- Ok, ok! Eu confesso mas não sei o que ganhas com isto.

- Eu? Eu ganho ainda mais confiança do Caius... Assim que destruirmos os lobos, Caius planeia retirar a liderança dos Volturi a Aro e se eu estiver com Caius bem debaixo do meu dedo... bem podes imaginar a quantidade de poder que vou ter quando isso acontecer.

- Nem acredito no que me dizes... Só estás a lamber as botas ao Caius por uma posição mais elevada?

- Sim. Bem...amanhã vais ter com Caius e confessar tudo. Senão... - senti uma enorme dor no meu peito que me fez cair de joelhos no chão e depois passou. - isso será o resto do teu dia... Apenas muito pior.

 

Saiu do meu quarto deixando-me de joelhos no chão, ainda agarrado ao peito, no local onde ela me tinha infligido a dor. Se aquilo era o mínimo de dor que conseguia produzir então não queria saber como era na verdade... Odiava ter sido descoberto e odiava ter de confessar tudo. Esperava que Caius não ficasse demasiado furioso, gosto muito da minha cabeça presa em cima dos ombros...

 

PS: aqui está mais um capitulo.

Estou um pouco triste porque o capitulo

anterior não teve comentários. :/

Começo a achar que está aborrecida e sem interesse.

Se assim continuar não sei se irei continuar a escrever...

Kisses*

sinto-me: cansada
publicado por Suky ♥ às 11:20
link do post | Light Me | favorito
4 Moonlights:
De Filippa a 10 de Novembro de 2010 às 16:19
Tens de continuar a escrever!
Eu não comentei o outro porque não tive mesmo tempo :x
Sorry sorry.
Quanto a este capitulo, tenho a dizer que sou a maior fan do Navid *.*
O Caius não o pode matar :(
Mais mais :DD


De Suky ♥ a 10 de Novembro de 2010 às 17:45
Não tem mal :) O Caius nao o vai matar não te preocupes, tenho um destino melhor para ele :P


De nyssa a 11 de Novembro de 2010 às 22:07
Sorry por não ter comentado o outro capítulo mas esta semana estive mais ou menos away dos blogs...
Bem pelo menos o Navid fez o correcto... digamos que o correcto mas agora se calhar vai se tramar por causa do que fez...
Vou esperar para ver ;)
(não querendo ser uma chata mas já postei o resto do capitulo da minha história, como me pediste para eu me decidir rápido... está lá explicada a minha decisão, espero que gostes do cap assim que puderes ler)


De Andrusca ღ a 14 de Dezembro de 2010 às 19:22
:|
Coitadinho do Navid!!
Brr, odeio a Jane -.-'


Comentar post

Copyrights including the content and design of this blog

.About Me

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Espiritos do Luar - Cap 6

. Espiritos do Luar - Cap 5

. Espiritos do Luar - Cap 4

.arquivos

.links

.Nuvens

estetica em
contador free